Todos os posts de wilson oliveira

WebCurso de introdução à vida e obra de Evguiéni B. Pachukanis

Pachukanis, o Direito e o Marxismo
Agraciado pela disposição do Professor Alysson Leandro Mascaro em publicar um WebCurso de Introdução à vida e obra de Pachukanis, organizo abaixo os links para este material para facilitar ainda mais a vida de alguns interessados:

Aulas 1 a 9 – Curso: Introdução a Pachukanis

Novas aulas toda semana! Inscreva-se na TV Boitempo para acompanhar diretamente o curso e outros vídeos: http://bit.ly/1BDA0vj

Outras referências:

 

Privada ou Pública?

“A privada é mítica. Mito fundado nos dogmas da religião do consumo, superficialidade e individualismo, propagado pelas missas da publicidade. Se não desenvolvermos uma reflexão coletiva e questionadora como escudo à propaganda dos nossos doutrinadores, nosso país, de incontáveis riquezas, será sempre loteado pelas grandes corporações, aliadas da “nossa” elite econômica e política entreguista que copula com a grande mídia privada.”

Vale muito o registro da conclusão e a leitura do artigo do Dr. Silvio Jose Piovani Junior, Pós-Graduado em Direito do Consumidor e Pós-Graduando em Direito Civil, ambas pela EPM – Escola Paulista da Magistratura. Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito de Sorocaba/SP.  (O que nos faz acreditar que a iniciativa privada é melhor que a pública?)

Novos caminhos com Florestan Fernandes

Sua obra aponta novos caminhos para enfrentar os problemas nacionais, Tem sempre como norte as possibilidades da construção de uma sociedade nova, socialista. Fala de “utopias igualitárias e libertárias, de fraternidade e felicidade entre os seres humanos”

Conversa com Boaventura de Sousa Santos

Autor de “A Difícil Democracia: reinventar as esquerdas”, o português Boaventura de Sousa Santos é hoje um dos mais importantes pensadores da Europa, mas que analisa com agudeza a situação política da América Latina e em especial do Brasil. Ele tem trabalhos publicados sobre globalização, sociologia do direito, epistemologia, democracia e direitos humanos.

Publicado originalmente no site da TV Câmara 

Empirismo e Pragmatismo Contemporâneos

Uma sequência de palestras interessantíssimas com o Professor Caetano Ernesto Plastino da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Parte do Programa Cursos Livres do VEDUCA com várias outras opções de cursos muitíssimo interessante.

O curso Empirismo e Pragmatismo Contemporâneos é certamente para os leitores desse blog muito gratificante. Veja os vários pensadores abordados pelo Professor Caetano.  São 12 palestras, onde ele comenta o pensamento de alguns empiristas e pragmatistas com os seguintes temas: Carnap e o princípio da tolerância, O empirismo sem dogma de Quine, Putnam  e a objetividade do conhecimento, O etnocentrismo de Rorty.

 

Por que não existem ETs do mal?

Gostaria de dizer algo sobre este, tão humano, Laércio Fonseca. Sobre o que representa o seu pensamento para a sociedade humana planetária terrestre. Trata-se de alguém que acompanho à distância desde os anos 80.

As reflexões e questionamentos que ele propõe, são a meu ver, valiosíssimos. Embora polemizados, por uns e outros, envolve não só o tema dos extraterrestres, mas toda a vida humana em nosso planeta: a)Suas reflexões acerca de uma análise ufológica para além do alcance da dualidade bem e mal; b) Sua coragem de enfrentar a defesa contraditória, de alguns, de que a ação mediúnica seria exclusividade das religiões que a praticam; c) As críticas sofridas por ele no passado, provenientes de praticantes espíritas, de que ET não tinha nada a ver com espírito. Esta última, contrariando os princípios fundamentais da doutrina espírita. Ironia do destino, a teoria que o Prof. Laércio apresenta poderá permitir uma melhor compreensão da própria Doutrina Espírita no que respeita a estas relações não detalhadas por Kardec, relativo à pluralidade dos mundos habitados;  e d) suas publicações instigantes desde o trabalho “ufologia psíquica” publicado na década de 80, o Projeto Terra e suas obras mais recentes envolvendo espiritualidade e física quântica, cosmologia e astrofísica.

Muito significativo é o que acontece no íntimo de cada um que conhece o modelo de explicação concebido por ele. Sim, os referenciais que adquiridos ou construídos a partir de sua mensagem nos impacta. Cada ser humano, ao seu tempo e à sua maneira, vai experimentando a maravilhosa diversidade humana nos seus detalhes e complexidades. Vai construindo o seu próprio modelo de percepção da realidade. Seja intuindo, importando, assimilando, mesclando com outros modelos ou visões de mundo, aquilo que trás consigo.

O ato de observar, ouvir, experimentar e especialmente escrever nos possibilita disciplinar o pensamento e ampliar a consciência de nós e dos outros.  Explora-se os conceitos, os limites da linguagem, os limites dos modelos de compreensão de mundo, os limites humanos. E nesse caso específico, os limites da estrutura binária do pensamento humano, apesar de sua tecnologia de origem altamente sofisticada, refletidos nessa e em tantas outras dualidades.

O Professor Laércio começou esse processo na década de 70 e deixou muitas marcas a partir dos seus escritos e das suas práticas de Meditação e Tai Chi. Pontilhou o caminho das pedras para muitos. E segue sua jornada a partir do Ashram a Caminho da Luz em Limeira – SP.

Por onde passou e passa, leva sua energia e toda a potencialidade dos modelos orientais, Taoista e Budista.

Por enquanto, fica aqui a sugestão desse vídeo para que você conheça um aspecto do pensamento do Prof. Laércio Fonseca. Embora discordante, em alguns aspectos, como ele mesmo diz, da forma como outros pensam esse tema, trata-se, a meu ver, de um exercício reflexivo e libertador, maravilhoso.

A palestra fundamenta em muito a necessidade de estarmos abertos para a compreensão e aceitação do outro, das diferenças humanas em sentido amplo, como partícipes de um espaço e um tempo cósmicos. Mas também no campo específico das relações cotidianas, do aqui e do agora, em meio a diversidade da vida no planeta terra.Veja mais no site Caminho da Luz